Skip to content

Impressões: IV Congresso Fora do Eixo

Dezembro 21, 2011

Agora estamos em ritmo de Pós-Congresso! Depois de uma semana de experimentações, debates e descobertas, do dia 11 ao dia 18 de dezembro, nossas Idéias Perigosas não serão mais as mesmas. O Congresso Fora do Eixo foi um momento único para ampliarmos nossos repertórios e bagunçarmos os rumos da cultura no país – em todos os sentidos.

Veja alguns relatos de FB de quem foi na Caravana da Invasão Catarina para Sampa:

Chico Abreu

Participar do IV Congresso Fora do Eixo foi mais um degrau escalado na minha trajetória e na d´O.s. Skrotes. Entender melhor como funciona essa nova proposta de trocas de cultura e estar em contato com pessoas que estão muito longe porém muito perto da gente foi uma experiência muito enriquecedora, fora as amizades feitas e laços estreitados. ValeuBandinha Di Dá Dó e o Pessoal de Porto Velho da Beradelia, In´Agua eDub da Lata. Hostel Ô di casa e Guilherme Caverna. Valeu Cardume Floripa, por mais essa parceria que desde o UFSCTOCK 2010, ainda como DCE, ja estamos com nossas histórias cruzadas e prósperas para ambos. parabéns para nóis!

Isadora Lira

Percepções, práticas e confabulações. Foram intensas as atividades e discussões que ocorreram no IV Congresso Fora do Eixo (estou naquele processo de digestão). E agora é produzir mais, viabilizar e não perder o fluxo. O pós-congresso já é hoje (:

Vina

A caravana da #InvasãoCatarina no IV Congresso Nacional Fora do Eixo foi sensacional!
Da CavernaO.s. SkrotesCardume Floripa, Coletivo Sem Fronteiras e Coletivo Barriga Verde marcando forte presença no evento. E de carona na barca os novos parceiros do Fora do Eixo Curitiba!
A galera do RS também lotou um busão e veio com tudo, a Regional Sul nunca esteve tão integrada a rede.
Uma experiencia fantástica de trocas e aprendizado, novas amizades de todos os cantos da América, varias conexões e #IdéiasPerigosas!
Convergência de Movimento Social e Circuito Cultural… Estamos vindo com tudo já no começo do ano abrindo a Casa Fora do Eixo Floripa. E se o mundo não acabar em 2012, ninguém segura mais a gente!
“Tamo junto FDE!”

Amanda Ponciano

Cheguei em Sampa, cheia de expectativas, na sexta-feira pela manhã. Foi a minha primeira vez em um congresso Fora do Eixo, e eu ainda não tinha bem claro o que deveria esperar. Ainda bem. Porque me surpreendia com as rodas de conversas que rolavam a todos os momentos e a profundidade dos temas debatidos. Só cabeção. O FdE tornou-se mais claro, a importância dos olhos nos olhos fez-se lógica para mim. Ver que estamos todos juntos, como uma grande e bela família (!), dá ânimo demais para seguir. Porque, desde de sempre, era isso que eu imaginava como trabalho. Deixar de vestir máscaras impostas por certos ambientes onde você circula, deixar de dividir sua vida e personalidade entre trabalho, familia e amigos. Dentro do Círcuito eu sinto sempre que estou trabalhando com amigos e família. Vai muito mais longe, vai tão mais longe que eu não consigo nem enxergar onde isso chegará. Temos muitas ações positivas, com certeza, para realizar. E isso que dá mais gás ainda. Me sinto parte da rede, quero fazer parte. Vi nos olhos de todos que lá estavam a ânsia da mudança. E vi também, dentro de cada um, capacidade e vontade de mudar. Isso respondeu a todas as perguntas que ainda matutavam na minha cabeça. Foi lindo demais. Fico muito feliz por ter tido essa oportunidade, ter conhecido várias pessoas super interessante e queridas. O IV Congresso Fora do Eixo matou a pauu!!!! Vamos que vamos que 2012 começou de forma lindja!

Nina Bamberg

Estar no Congresso foi importante para compreender as ações da rede como um todo e como a rede está aumentando e mudando a cada dia. Algo que você toma como certo em um ano, pode cair por terra no ano seguinte e isso aconteceu com muitos conceitos colocados sobre o Fora do Eixo. A questão da banda parceira, da relação dos coletivos com a cidade, com a política nacional de cultural, com os festivais. Muita coisa mudou durante o Congresso e o Fora do Eixo está se preparando para coisas maiores e pronto para entrar na briga, seja ela política ou cultural.
Foi bom conhecer as pessoas dos outros coletivos e entender como a relação humana se dá dentro de uma rede conectada pela internet. Ver as pessoas se conhecendo pessoalmente, depois de tantas trocas online.
Um momento de opções, de escolhas, de fortalecimento de opiniões e de ver outras se diluindo. O Congresso foi, acima de tudo, uma experiência de trocas, de um tamanho imensurável.

Isadora Machado

Uma semana de Congresso FdE tá valendo mais que um semestre de graduação. Troca intensa de ideias e provocações…. valeram todas mini-conferências e debates que acompanhei: Clube de Cinema, UniCult e UniFdE, PCult, FdE Letras….. E teve também no último dia (foto) de ideias fervilhantes sobre como fazer um novo tipo de Jornalismo (pós-jornalismo? Não-jornalismo?) fora das ciladas, cacoetes e polemismos impregnados.

Rumo a 2012. Cardume com muitos novos projetos. Somos muitos!

++
O Congresso em cliques
A não-ata da Plenária Final
Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: