Skip to content

na rede

no balanço fora do eixo

Tudo começou no início da década de 2000 quando um grupo de jovens estudantes cuiabanos se reuniu para articular agentes da cultura na cidade, trocar serviços e promover eventos e produtos artísticos e de comunicação. Eles estavam formando o espaço Cubo. O Cubo se encontrou com produtores das cidades de Cuiabá (MT), Rio Branco (AC), Uberlândia (MG) e Londrina (PR), no final de 2005, e firmaram uma parceria que pretendia estimular a circulação de bandas, o intercâmbio cultural e o escoamento de produtos nesta rota. A ideia era se tornar uma rede nacional de coletivos para potencializar as ações de milhares de pessoas que tentavam, em seus quintais, produzir e viver de arte. A rota, realmente virou rede, batizada então de “Fora do Eixo”.

fora de qual eixo?

Hoje a rede envolve cerca de 80 pontos (produtores) em 25 estados no Brasil(o Cardume é um deles),  realizando mais de 40 festivais por ano e mais de 50 eventos todo mês em todo o país. Trata-se de uma rede complexa, com diversas organizações que desempenham diferentes papéis. Dentre as principais iniciativas relacionadas a rede estão as Casas Associadas, a Toque no Brasil, os festivais locais, o Grito Rock, a Casa Fora do Eixo e a Abrafin (Associação Brasileira dos Festivais Independentes). Também participa, colabora e é ativo em iniciativas como a Universidade da Cultura (#uniCult), Mobiliza Cultura, Marchas da Liberdade e o Partido da Culura (#pcult). Tudo no balanço da rede.

#saibamaisaqui

 

 

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: